Arcebispo de São José: Legalizar uniões homossexuais atenta contra o matrimônio

SAN JOSÉ, 09 Set. 08 / 09:26 am (ACI).- O Arcebispo de São José, Dom Hugo Barrantes Ureña, fez um chamado aos legisladores da Costa Rica que estudam a legalização das uniões entre pessoas do mesmo sexo, a defender a instituição matrimonial e não ir “contra a reta razão”.

Dom Barrantes compareceu ante a Comissão de Internacionais da Assembléia Legislativa que tramita o projeto titulado “Lei de união civil entre pessoas do mesmo sexo”.

Em seu discurso breve advertiu que “a legalização das uniões de pessoas homossexuais estaria destinada a obscurecer a percepção geral de valores morais fundamentais e provocaria a desvalorização da instituição matrimonial”.

O Arcebispo propôs  “da doutrina da Igreja, alguns elementos que iluminem a discussão sobre o tema do reconhecimento jurídico das uniões entre pessoas homossexuais”.

Neste sentido, precisou que “a Igreja Católica considera que toda pessoa humana, criada a imagem de Deus, é digna de todo respeito, e rechaça toda discriminação contrária à dignidade da pessoa. Assim, a Igreja distingue entre o respeito a toda pessoa, independentemente, de sua orientação sexual, e o rechaço ao ato sexual homossexual, como ato objetivamente contrário ao plano de Deus para o ser humano”.

Também lembrou que “os legisladores civis não podem nem devem legislar contra a reta razão, pois de fazê-lo, a norma que emitem perderia a força de obrigar em consciência”.

O Arcebispo esclareceu que “a Igreja valora favoravelmente o matrimônio instituição natural, além de qualquer simples união de pessoas, como fundamento da família. Esta instituição natural é reconhecida pelas grandes culturas da humanidade, como uma verdade posta em evidencia pela reta razão, apoiada na complementariedade antropológica dos sexos”.

“Esta verdade natural, vê-se notavelmente enriquecida pela revelação cristã, a qual nos transmite o dado da dignidade da pessoa humana: homem e mulher, a sexualidade do ser humano além de somente sua esfera biológica, pois o ser humano é um ser com corpo e alma, e o matrimônio como forma de vida, em que se vive a comunhão pessoal”, indicou.

Veja tambem  Pró-vidas criticam a agressividade do Femen e assinalam falta de argumentos para defender o aborto

Do mesmo modo, lembrou que a favor das uniões homossexuais “se invocam argumentos como o princípio de respeito e a não-discriminação das pessoas” mas precisou que “atribuir o reconhecimento de matrimônio a uma relação de pessoas homossexuais ou bem outorgar prerrogativas e direitos idênticos a este, é em si mesmo uma injustiça maior, pois se vulnera o bem comum da comunidade social”.

O Arcebispo lembrou aos congressistas, particularmente aos católicos, que “como Igreja, vemos na família um valor muito importante, que tem que ser defendido de todo ataque orientado a diminuir sua solidez e a pôr em dúvida sua mesma existência. Por isso vos exorto a consagrar-se com sinceridade, retidão, com caridade e fortaleza à missão a vós confiada pelo Povo, ou seja, legislar sobre a base dos princípios éticos e em benefício do bem comum”.


Livros recomendados

A odisséia de AsterixCoração de Cristo, OA “Pequena via” para Deus





Comentários no Facebook:

comments

Anteriores

Pregador do Papa: ao corrigir, a primeira regra é o amor

Próximo

Quem tem a autoridade? E quem não a tem!

  1. maria joao

    A homossexualidade destroi a ideia de familia,valor que a Igreja e a humanidade defendem!Como podemos estar coniventes com isto?Não!Temos que parar de ter vergonha e dizer o que realmente o que pensamos:que a homossexualidade é um pecado contra a natureza e contra DEUS!Mesmo que isso signifique perder amigos ou conhecidos!Agimos com medo de ser julgados numa sociedade que empurra-nos cada vez mais para a relativismo!Não podemos calar com medo tal como eles dizem o que pensam!Todos somos pecadores e todos somos livres de dizer o que pensamos desde que não destrua o outro ser humano!Vamos também rezar para não cairmos na banalização e defender os valores da familia até ao fim!Vamos tambem rezar ao ARCANJO MIGUEL por estas almas!Bem haja

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén