Acordo para levar Pl122 a vitoria agendada para próximo dia 19

PLC 122: cadeia para quem discordar da sodomia

Enquanto militantes gays preparam grande ato na frente da Catedral de Brasília, Marta Suplicy prepara votação do PLC 122 nesta semana

Julio Severo
ATENÇÃO: Acordo nos bastidores entre governo e militantes gays garante votação do PLC 122 em 19 de maio de 2011!

Grupos de militantes gays de todo o Brasil preparam-se para a Marcha pela Aprovação do PLC 122 em Brasília em 18 de maio de 2011. O evento, que também se chama Marcha contra a Homofobia, recebeu impulso importante com a recente decisão do STF de desfigurar a Constituição para favorecer as uniões civis com base na sodomia.

Com o governo federal e até o STF se prostrando diante das exigências da ideologia gay, só falta agora o Congresso e o povo. O Congresso não o faz por medo do povo. O povo não o faz porque ainda lhe resta alguns valores morais conservadores — espécies em extinção ou já extintas entre as autoridades.
Se o Congresso e o povo não se dobrarem, os ativistas gays e seus aliados contam com o “jeitinho” brasileiro para aprovar o PLC 122, quer a população do Brasil queira ou não. Não fosse por esse “jeitinho”, o STF jamais teria conseguido enxergar na Constituição algo que nunca existiu: a equiparação da união estável homem/mulher com a união estável homem/homem.

Se o rolo compressor gay conseguir passar por cima do Congresso, usando o STF ou outro órgão, o povo não terá a mínima chance de escapar de um atropelamento e esmagamento social — a não ser que encare o problema de frente em muitas manifestações nas ruas.
Semana passada o Brasil viu o adiamento da votação do PLC 122, graças às pressões de evangélicos e católicos. Mas Marta Suplicy garantiu que nesta semana, que marca o Dia Mundial de Combate à Homofobia (17 de maio), a votação ocorrerá, e os militantes gays já estão se reunindo em Brasília vindos de todo o Brasil para um grande ato pró-PLC 122 na frente da Catedral de Brasília.

A pergunta a ser feita agora diante do rolo compressor gay é: O PLC 122 deve ser enfrentado de forma delicada, como apenas uma mera ameaça à liberdade de expressão e opinião? Ou deve ser encarado como um perigo maior?

Há uma ideia equivocada de que o PLC 122 seja um projeto de mordaça. Mas, como bem aponta o filósofo Olavo de Carvalho em vídeo editado por mim (http://www.youtube.com/watch?v=jIOOE0n2V5g), classificar o PLC 122 como mordaça é um eufemismo. A proposta do projeto anti-“homofobia” é impor punição e cadeia para todos os que discordarem da sodomia. Até mesmo pessoas não cristãs não escaparão se num momento de descontrole emocional disserem algo, como mostrou cena da novela “Insensato Coração” incluída no vídeo.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jIOOE0n2V5g[/youtube]

O vídeo também traz entrevista de Marta Suplicy, relatora do PLC 122, dizendo que com a lei anti-“homofobia” aprovada a crítica ao homossexualismo estará oficialmente banida da TV, rádio, internet, jornais e outros meios, sujeitando os infratores à cadeia e igualando-os a estupradores, assassinos, ladrões e outros criminosos. A única isenção que ela propõe é para críticas feitas dentro de templos religiosos. Os demais casos, mesmo de cristãos criticando em programas religiosos, serão tratados com todo o rigor da lei. A homossexualidade estará assim num patamar de sacralidade e intocabilidade semelhante ao dos pecados protegidos na Alemanha nazista e União Soviética.

Portanto, Olavo de Carvalho está certo quando diz que a reação anêmica ao PLC 122 mostra que as pessoas estão “sendo vítimas da espiral do silêncio e hipnotizadas pela impressão da força do inimigo”. Dizer que o PLC 122 é um atentado contra a liberdade de expressão é uma maneira muito fraca, segundo ele, de se opor ao projeto de ditadura gay.

Atitudes cristãs aguadas acarretam consequências desastrosas e pavimentam o caminho das ditaduras. Basta ver o exemplo dos cristãos da Alemanha nazista e todo o sofrimento que lhes foi imposto por terem, em maioria esmagadora, reagido sem firmeza à ditadura do Partido Nazista, sigla que significa Partido dos Trabalhadores

Nacional Socialista — um partido com elevado número de homossexuais. Homossexualismo e fascismo andam de mãos dadas.
Os cristãos mais famosos daquela época são o pastor luterano Dietrich Bonhoeffer e o católico Claus von Stauffenberg, que faziam parte de grupos que queriam matar

Adolf Hitler, que havia sido democraticamente eleito pelo povo alemão.Hoje, eles são exemplo porque não reagiram de modo fraco diante da ditadura nacional socialista.
Que exemplo esperamos deixar para as próximas gerações?

Divulgue o vídeo a todos os seus amigos.





Anteriores

07 – A Resposta Católica: “Todas as religiões são igualmente boas?”

Próximo

08 – A Resposta Católica: “Quem morre sem o batismo vai para o inferno?”

  1. ana

    As pessoas deveriam le a Biblia, precisamos de conversão isso
    sim

  2. querem fazer deste país sodoma e gomorra então chegou a vez de Deus se vingar não lamente depois. Estes imundos não terão salvação está escrito em 1 corintios cap. 6 versc. 9

  3. Clodoaldo

    Estamos vivendo os fins dos tempos com esta PL122.

    Antigamente era condenado o homossexualismo, posteriormente passou a ser tolerável e agora será OBRIGATÓRIO???

  4. jose carlos gonca&cc

    bando de sem vergonhas, que ignoram a lei de de DEUS.

  5. jose carlos gonca&cc

    se aprovarem tais leis , pode fechar, em todo o país, todos os tribunais porque não valer para mais nada, já que o povo ,que acredita, em Deus e nos seus ensinamentos, não tem voz e nem vez.e que por causa de idéias,de governantes ateus,que terão de se apresentar um dia diante do tribunal daquele que é justo.nós catolicos, evangelicos, não podemos nos calar.

  6. Valdelice

    Se cada cidadão desta marcha tivesse como guia uma bíblia, e uma enchada nas mãos cultivando lavoura, no mundo não haveria tanta fome.

  7. ERNANI TEIXEIRA DE S

    Isto é uma vergonha que vai se institucionalizando silenciosamente, notadamente pela força devastadora da televisão, a fraqueza vergonhosa do nosso STF e a omissão generalizada de nossos governantes. Se emitir uma opinião contrária ao homossexualismo for considerado crime, inevitavelmente retrocederemos à ditadura, onde o direito de expressão foi calado. Ninguém é obrigado a se calar quando seus valores estão sendo massacrados, pelo contrário, tem direito, sim, de emitir opinião contrária, sem que isto possa configurar crime. É preciso coragem e discernimento do nosso legislativo para não permitir esse abuso que tenta corroer os valores das verdadeiras "famílias" brasileiras. Precisamos reagir contra esta onda. Não aprovo o homossexualismo, embora respeite os seus adeptos, mas também exijo que respeitem o meu direito sagrado de me manifestar sobre qualquer tema. Querer calar as pessoas e fazê-las acreditar que o homossexualismo é algo puramente normal significa, mais vez, rasgar a constituição, onde até então é livre a manifestação do pensamento.Nos respeitem para que também possamos respeitá-los!!!! Precisamos reagir. DEUS não criou o homem para isto.

  8. jose nilton

    Lei já existe para punir os seus transgressores; não há necessidade de se querer criar mais uma Lei; com essa nova lei, é pura discriminação, aí sim, haverá a discriminação. No Brasil não existe separação, apenas uma pequena minoria -"skinhek"- é que são discriminadores, irresponsáveis e devem ser punidos, pois agem como o famigerado Hitler, que a socieade repudia, e não culpar a sociedade

  9. Evanei Souza

    Que momento gritante estamos vivendo, o respeito e a liberdade que nossa constituição assegurava foram esmagados. E ainda querem que fiquemos calados, não podemos, não se tememos a Deus e temos uma doutrina religiosa estaríamos atentando contra a vida.

  10. rosenilson abreu

    de acordo com essa plc/122, na integra vem bater contra a palavra de DEUS, e DEUS fez homem e mulher, esta escrito.

    agora com todo respeito pela excelentísima senadora Marta Suplicy, a mesma esta querendo ou já está batendo contra a palavra sagrada. se por ventura for aprovada espero que a senadora esteja preparada para fazer projetos que venha a multiplicar por 10000 as cadeias e penitenciárias no futuro e também quem tá na frente e revivendo este projeto sejá lá quem for o auto deve ter a minima ideia de que é responsável por ela. pois terá que arcar com futuras indenizações de organizações civis entre outras, contra a pessoa que está na frente deste projeto.

    agora olhando o passado, presente, a igreja católica já escumugou pessoas por muito menos. já é hora da liderança pelo menos tomar uma decisão neste sentido. pois a senadora já ouvir uma minoria de pessoas, mas falta a maior parte , que será ouvida ou não .

  11. Frankmar Corrê

    O Pl 122 é um projeto que quer acabar com a Liberdade de expressão e pensamento.

    Sou contra a Pl 122 e sou Contra as praticas Homossexuais.

    Deus deu origem a união Heterossexual.ou seja o Pai quer o Casamento só entre um Homem e uma Mulher.

    As Praticas homossexuais são erradas e são Proibidas por Deus.

    A Pl 122 é lamentavel.sou contra a Pl 122 e sempre serei Contra as Praticas Homossexuais.

  12. jcjunior

    E revoltante essa lei,é a total perda de valores…não podemos nos calar,e simplesmente aceitar,não vamos dar a vitoria para o inmigo sem lutar!!

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén