24. A Judéia no Tempo dos Macabeus (167-63 a.C.)

  1. MATATIAS DEFENDE A RELIGIÃO
    Vivia na cidade de Modin um sacerdote chamado Matatias. Foi se encontrar com ele um enviado do rei para obrigar os judeus à apostasia. Matatias e seus cinco filhos permaneceram constantes. Vendo um judeu aproximar-se do altar para sacrificar aos ídolos, Matatias avançou contra ele e o matou. Fez o mesmo com o enviado de Antíoco. Depois percorreu a cidade gritando em alta voz:"Quem tiver o zêlo da lei, siga-me". E fugiu para os montes com seus filhos.
    Sob o seu comando, os judeus que permaneceram fiéis derrotaram as tropas do rei. Em seguida, percorreram o país e destruíram todos os altares erguidos aos ídolos.
    Sentindo a morte aproximar-se, Matatias disse a seus filhos: "Meus filhos, sede zeladores da Lei e dai o sangue pela aliança de vossos pais. Os que têm esperança em Deus, nunca desfalecem. Judas, vosso irmão, é valente: seja ele o vosso chefe". Depois abençoou-os e morreu. Toda Israel chorou amargamente.

  2. JUDAS MACABEU DERROTA OS SÍRIOS
    Depois de Matatias, assumiu o comando seu filho Judas, chamado Macabeu, cuja valentia lhe conquistou grande fama. Antíoco, rei da Síria, enviou contra ele um grande exército. Judas disse à sua gente: "Não temais! O próprio Deus os esmagará à nossa vista". Cheio de fé, lançou-se sobre os inimigos e derrotou-os. Em seguida, conduziu o seu exército ao monte Sião. Desalojou os sírios da fortaleza, que ainda ocupavam, e restabeleceu no templo o culto do Senhor. Também mandou fortificar a montanha de Sião com altas muralhas e fortes torres.

  3. JUDAS MANDA OFERECER SACRIFÍCIOS PELOS MORTOS
    Depois de ganhar a batalha contra os sírios, encontraram-se sob as túnicas dos soldados judeus mortos em combate, vários objetos oferecidos aos ídolos, que a Lei proibia. Judas pediu ao Senhor que lhes perdoasse este pecado.
    Depois mandou fazer uma coleta que rendeu 12 mil dracmas de prata, que foi mandada para Jerusalém a fim de se oferecer um sacrifício de expiação pelos mortos. É, pois, um santo e salutar pensamento orar pelos mortos, para que sejam livres dos seus pecados.
    Judas morreu como herói na batalha contra os sírios. Seus irmãos sepultaram-no em Modin e todo o povo de Israel o chorou e vestiu luto por ele durante muito tempo.

  4. A JUDÉIA É REDUZIDA A PROVÍNCIA ROMANA
    Depois da morte de Judas, passou o comando a seu irmão Jônatas e, na morte deste, ao seu outro irmão, Simão. Este conseguiu libertar completamente a sua pátria do domínio dos sírios. Tornou-se independente e mandou cunhar moeda sua. A Judéia esteve em paz durante a sua vida e ainda no reinado de seu filho e sucessor, João Hircano. Depois deste, começou a decadência.
    No ano 63 a.C., entrou na Judéia o general romano Pompeu, que se apoderou de Jerusalém. Um estrangeiro chamado Herodes, filho do idumeu Antípatro, obteve de Roma o título e a dignidade real (40 a.C.). Mandou reconstruir, em grandiosas proporções, o templo de Zorobabel.
    Foi neste terceiro templo que apareceu o Messias, nosso Senhor Jesus Cristo.



“Se precisamos ter paciência para suportar os defeitos dos outros, quanto mais ainda precisamos para tolerar nossos próprios defeitos!” São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.