19. Os Profetas Elias e Eliseu

  1. DEUS ENVIA O PROFETA ELIAS
    Acab, sétimo rei de Israel, foi mais ímpio que todos os seus predecessores. Tomou por mulher uma pagã, Jezabel, filha do rei de Sidon; adorou o falso deus Baal, edificou-lhe um templo na Samaria servido por 450 sacerdotes idólatras e mandou matar os sacerdotes do Senhor.
    Então Deus mandou o profeta Elias, que se apresentou diante do rei e disse: "É tão certo como Deus vive que não haverá orvalho nem chuva em Israel enquanto eu não o disser!". Depois o Senhor disse a Elias: "Vai-te esconder nas margens da torrente de Carit. Beberás água da torrente e os corvos te alimentarão nesse lugar". Elias obedeceu. Todos os dias, de manhã e à tarde, os corvos lhe levavam pão e carne e ele bebia água da torrente.

  2. ELIAS E A VIÚVA DE SAREPTA
    Passado algum tempo, a torrente secou. Então o Senhor disse a Elias: "Vai para Sarepta, na terra dos Sidônios, porque ordenei a uma viúva dessa cidade que te sustente". Elias foi. À porta da cidade, viu uma mulher que apanhava lenha e disse-lhe: "Busque-me um pouco de água e um pedaço de pão". Ela respondeu: "Só tenho um pouco de farinha numa panela e um pouco de azeite no recipiente. Cozinharei esses restos para mim e para meu filho, senão morremos de fome". Elias disse-lhe: "Não te preocupes. Com o punhado de farinha, faze-me um pãozinho cozido debaixo da cinza; depois farás outro para teu filho. Porque esta é a Palavra do Senhor: 'A farinha que está na panela não faltará nem diminuirá no recipiente o azeite até o dia em que o Senhor faça cair chuva sobre a terra'". A pobre viúva fez como Elias lhe tinha dito e não faltou a farinha na panela, nem diminuiu o azeite no recipiente.

  3. ELIAS CONVOCA O POVO
    Decorreram três anos e seis meses sem chover. A fome era extrema. Então o Senhor disse a Elias: "Vai apresentar-te diante de Acab para eu fazer cair chuva sobre a terra". Elias foi procurar Acab e disse-lhe: "Convoca todo o povo no monte Carmelo, incluindo os 450 sacerdotes de Baal". Acab assim o fez e foi também ao Carmelo. Então Elias disse: "Eu, o profeta do Senhor, estou só; os profetas de Baal são 450. Dêem-nos dois bois: eles escolherão um, cortá-lo-ão em pedaços e depois de os disporem sobre o altar, não lhes lançarão fogo. Eu farei o mesmo com o outro. Vós invocareis o vosso deus e eu invocarei o Senhor. O que acender a fogueira será o verdadeiro Deus". Eles disseram: "Que assim o seja".

  4. ELIAS CONFUNDE OS SACERDOTES DE BAAL
    Os sacerdotes de Baal fizeram os seus preparativos e puseram-se a gritar desde manhã até o meio-dia: "Baal, ouve-nos". Mas Baal não respondia. Elias disse-lhes: "Gritai mais alto. Naturalmente, o vosso Baal está a conversar ou talvez esteja na estalagem ou em viagem. Quem sabe se não está a dormir? Gritai mais alto para o acordar". Eles puseram-se a gritar cada vez mais, mas Baal nunca respondia.
    Então Elias tomou doze pedras, fez com elas um altar e cavou um buraco em volta. Depois cortou o boi em pedaços, colocou-os sobre a lenha e regou até que o buraco ficasse cheio de água. Em seguida, orou a Deus, dizendo: "Senhor, mostrai hoje que sois o verdadeiro Deus". Imediatamente o fogo caiu do céu e consumiu o holocausto, a lenha e até as pedras, além de absorver toda a água do buraco. O povo prostrou-se com o rosto por terra, gritando: "O Senhor é o verdadeiro Deus! O verdadeiro Deus é o Senhor!". O céu não tardou a escurecer e caiu uma chuva torrencial.

  5. ELIAS PREDIZ A MORTE DE ACAB
    Um homem, chamado Nabot, possuía uma vinha em Jezrael, junto ao palácio de Acab. Este disse-lhe: "Cede-me a tua vinha que em troca eu te dou outra melhor ou, se preferes, o seu valor em dinheiro". Nabot respondeu: "Deus me livrre de abandonar a herança de meus pais!". Acab foi embora muito zangado. Quando Jezabel, sua mulher, soube desta recusa, escreveu aos anciãos da cidade: "Arranjai duas testemunhas que digam que Nabot blasfemou. Depois levai-o para fora da cidade e apedrejai-o". Os anciãos executaram esta ordem. Nabot foi apedrejado e Acab tomou posse da vinha.
    Elias apresentou-se diante dele e disse: "Eis a Palavra do Senhor: 'Os cães lamberão o teu sangue onde lamberam o de Nabot e Jezabel será devorada pelos cães!".
    Três anos depois, Acab foi gravemente ferido numa batalha contra o rei da Síria. Levaram-no num carro e à tarde ele morreu. Ao lavarem o carro, os cães vieram lamber o seu sangue.
    Algum tempo depois, o novo rei Jeú entrou na cidade de Jezrael. Jezabel estava à janela toda pintada e enfeitada. Jeú viu-a e disse: "Precipitai-a daí abaixo". Assim fizeram. Jezabel foi esmagada pelos cavalos e devorada pelos cães.

  6. ELISEU RECEBE A SUCESSÃO DE ELIAS
    Elias, sabendo que o Senhor queria levá-lo deste mundo, foi com seu discípulo Eliseu para a margem do Jordão. De repente, um carro de fogo, com cavalos também de fogo, separou-os um do outro e Elias foi arrebatado ao céu num turbilhão. Eliseu via-o e gritava: "Meu pai! Meu pai!". Mas logo tudo desapareceu.
    Eliseu tomou o manto que Elias deixara cair e retirou-se. Chegando ao Jordão, bateu com o manto nas águas e imediatamente elas se dividiram para o deixar passar. À vista deste prodígio, os discípulos do profeta disseram: "O espírito de Elias repousou sobre Eliseu".
    Eliseu foi para Betel. Enquanto subia para a cidade, uns rapazes seguiram-no e insultavam-no, dizendo: "Sobe, ó calvo! Sobe, ó calvo!". O profeta ameaçou-os em nome do Senhor. No mesmo instante, saíram da floresta dois ursos que devoraram 42 destes rapazes.





“O amor sem temor torna-se presunção.” São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.