19. Os Profetas Elias e Eliseu

  1. DEUS ENVIA O PROFETA ELIAS
    Acab, sétimo rei de Israel, foi mais ímpio que todos os seus predecessores. Tomou por mulher uma pagã, Jezabel, filha do rei de Sidon; adorou o falso deus Baal, edificou-lhe um templo na Samaria servido por 450 sacerdotes idólatras e mandou matar os sacerdotes do Senhor.
    Então Deus mandou o profeta Elias, que se apresentou diante do rei e disse: "É tão certo como Deus vive que não haverá orvalho nem chuva em Israel enquanto eu não o disser!". Depois o Senhor disse a Elias: "Vai-te esconder nas margens da torrente de Carit. Beberás água da torrente e os corvos te alimentarão nesse lugar". Elias obedeceu. Todos os dias, de manhã e à tarde, os corvos lhe levavam pão e carne e ele bebia água da torrente.

  2. ELIAS E A VIÚVA DE SAREPTA
    Passado algum tempo, a torrente secou. Então o Senhor disse a Elias: "Vai para Sarepta, na terra dos Sidônios, porque ordenei a uma viúva dessa cidade que te sustente". Elias foi. À porta da cidade, viu uma mulher que apanhava lenha e disse-lhe: "Busque-me um pouco de água e um pedaço de pão". Ela respondeu: "Só tenho um pouco de farinha numa panela e um pouco de azeite no recipiente. Cozinharei esses restos para mim e para meu filho, senão morremos de fome". Elias disse-lhe: "Não te preocupes. Com o punhado de farinha, faze-me um pãozinho cozido debaixo da cinza; depois farás outro para teu filho. Porque esta é a Palavra do Senhor: 'A farinha que está na panela não faltará nem diminuirá no recipiente o azeite até o dia em que o Senhor faça cair chuva sobre a terra'". A pobre viúva fez como Elias lhe tinha dito e não faltou a farinha na panela, nem diminuiu o azeite no recipiente.

  3. ELIAS CONVOCA O POVO
    Decorreram três anos e seis meses sem chover. A fome era extrema. Então o Senhor disse a Elias: "Vai apresentar-te diante de Acab para eu fazer cair chuva sobre a terra". Elias foi procurar Acab e disse-lhe: "Convoca todo o povo no monte Carmelo, incluindo os 450 sacerdotes de Baal". Acab assim o fez e foi também ao Carmelo. Então Elias disse: "Eu, o profeta do Senhor, estou só; os profetas de Baal são 450. Dêem-nos dois bois: eles escolherão um, cortá-lo-ão em pedaços e depois de os disporem sobre o altar, não lhes lançarão fogo. Eu farei o mesmo com o outro. Vós invocareis o vosso deus e eu invocarei o Senhor. O que acender a fogueira será o verdadeiro Deus". Eles disseram: "Que assim o seja".

  4. ELIAS CONFUNDE OS SACERDOTES DE BAAL
    Os sacerdotes de Baal fizeram os seus preparativos e puseram-se a gritar desde manhã até o meio-dia: "Baal, ouve-nos". Mas Baal não respondia. Elias disse-lhes: "Gritai mais alto. Naturalmente, o vosso Baal está a conversar ou talvez esteja na estalagem ou em viagem. Quem sabe se não está a dormir? Gritai mais alto para o acordar". Eles puseram-se a gritar cada vez mais, mas Baal nunca respondia.
    Então Elias tomou doze pedras, fez com elas um altar e cavou um buraco em volta. Depois cortou o boi em pedaços, colocou-os sobre a lenha e regou até que o buraco ficasse cheio de água. Em seguida, orou a Deus, dizendo: "Senhor, mostrai hoje que sois o verdadeiro Deus". Imediatamente o fogo caiu do céu e consumiu o holocausto, a lenha e até as pedras, além de absorver toda a água do buraco. O povo prostrou-se com o rosto por terra, gritando: "O Senhor é o verdadeiro Deus! O verdadeiro Deus é o Senhor!". O céu não tardou a escurecer e caiu uma chuva torrencial.

  5. ELIAS PREDIZ A MORTE DE ACAB
    Um homem, chamado Nabot, possuía uma vinha em Jezrael, junto ao palácio de Acab. Este disse-lhe: "Cede-me a tua vinha que em troca eu te dou outra melhor ou, se preferes, o seu valor em dinheiro". Nabot respondeu: "Deus me livrre de abandonar a herança de meus pais!". Acab foi embora muito zangado. Quando Jezabel, sua mulher, soube desta recusa, escreveu aos anciãos da cidade: "Arranjai duas testemunhas que digam que Nabot blasfemou. Depois levai-o para fora da cidade e apedrejai-o". Os anciãos executaram esta ordem. Nabot foi apedrejado e Acab tomou posse da vinha.
    Elias apresentou-se diante dele e disse: "Eis a Palavra do Senhor: 'Os cães lamberão o teu sangue onde lamberam o de Nabot e Jezabel será devorada pelos cães!".
    Três anos depois, Acab foi gravemente ferido numa batalha contra o rei da Síria. Levaram-no num carro e à tarde ele morreu. Ao lavarem o carro, os cães vieram lamber o seu sangue.
    Algum tempo depois, o novo rei Jeú entrou na cidade de Jezrael. Jezabel estava à janela toda pintada e enfeitada. Jeú viu-a e disse: "Precipitai-a daí abaixo". Assim fizeram. Jezabel foi esmagada pelos cavalos e devorada pelos cães.

  6. ELISEU RECEBE A SUCESSÃO DE ELIAS
    Elias, sabendo que o Senhor queria levá-lo deste mundo, foi com seu discípulo Eliseu para a margem do Jordão. De repente, um carro de fogo, com cavalos também de fogo, separou-os um do outro e Elias foi arrebatado ao céu num turbilhão. Eliseu via-o e gritava: "Meu pai! Meu pai!". Mas logo tudo desapareceu.
    Eliseu tomou o manto que Elias deixara cair e retirou-se. Chegando ao Jordão, bateu com o manto nas águas e imediatamente elas se dividiram para o deixar passar. À vista deste prodígio, os discípulos do profeta disseram: "O espírito de Elias repousou sobre Eliseu".
    Eliseu foi para Betel. Enquanto subia para a cidade, uns rapazes seguiram-no e insultavam-no, dizendo: "Sobe, ó calvo! Sobe, ó calvo!". O profeta ameaçou-os em nome do Senhor. No mesmo instante, saíram da floresta dois ursos que devoraram 42 destes rapazes.





“Se você fala das próprias virtudes para se exibir ou para vã ostentação perde todo o mérito.” São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.