aaaaa

Encontrados 607 resultados para: israelitas

  • É por isso que os israelitas, ainda hoje, não comem o nervo da articulação da coxa, porque aquele homem tinha tocado nesse nervo da articulação da coxa de Jacó. (Gênesis 32, 32)

  • os israelitas foram fecundos e multiplicaram-se; tornaram-se tão numerosos e tão fortes, que a terra ficou cheia deles. (Êxodo 1, 7)

  • Ele disse ao seu povo: Vede: os israelitas tornaram-se numerosos e fortes demais para nós. (Êxodo 1, 9)

  • Muito tempo depois morreu o rei do Egito. Os israelitas, que gemiam ainda sob o peso da servidão, clamaram, e, do fundo de sua escravidão, subiu o seu clamor até Deus. (Êxodo 2, 23)

  • Olhou para os israelitas e reconheceu-os. (Êxodo 2, 25)

  • Agora, eis que os clamores dos israelitas chegaram até mim, e vi a opressão que lhes fazem os egípcios. (Êxodo 3, 9)

  • Vai, eu te envio ao faraó para tirar do Egito os israelitas, meu povo”. (Êxodo 3, 10)

  • Moisés disse a Deus: “Quem sou eu para ir ter com o faraó e tirar do Egito os israelitas?” (Êxodo 3, 11)

  • Moisés disse a Deus: “Quando eu for para junto dos israelitas e lhes disser que o Deus de seus pais me enviou a eles, que lhes responderei se me perguntarem qual é o seu nome?” (Êxodo 3, 13)

  • Deus respondeu a Moisés: “EU SOU AQUELE QUE SOU”. E ajuntou: “Eis como responderás aos israelitas: (Aquele que se chama) EU SOU envia-me junto de vós.” (Êxodo 3, 14)

  • Deus disse ainda a Moisés: “Assim falarás aos israelitas: É JAVÉ, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, quem me envia junto de vós. Este é o meu nome para sempre, e é assim que me chamarão de geração em geração”. (Êxodo 3, 15)

  • Açoitavam até os vigias israelitas que os inspetores do faraó tinham estabelecido sobre eles. Diziam-lhes: “Por que não terminastes, ontem e hoje, como antes, o que se vos havia fixado de tijolos a fazer?” (Êxodo 5, 14)

“O temor e a confiança devem dar as mãos e proceder como irmãos. Se nos damos conta de que temos muito temor devemos recorrer à confiança. Se confiamos excessivamente devemos ter um pouco de temor”. São Padre Pio de Pietrelcina