VATICANO, 09 Ago. 13 / 08:00 am (ACI/EWTN Noticias).- O Papa Francisco aceitou recentemente a renúncia do Arcebispo de Tonyé, capital dos Camarões, Dom Simón-Victor Tonyé Bakot, a quem diversas fontes acusam de ter enriquecido com bens da Igreja.

“A rádio vaticano disse faz uns dias que, segundo a imprensa desse país, o arcebispo estava comprometido em ‘numerosas operações imobiliárias’, que parte do clero e da paróquia consideravam em proveito pessoal de Dom Tonyé”, informou nesta quinta-feira o jornal argentino Clarim. Isto descarta a versão difundida pela imprensa de que a renúncia aconteceu pelo suposto caráter homofóbico do Prelado.

A renúncia foi aceita em 29 de julho. A Santa Sé não explicou oficialmente as razões desta demissão.




Comentários no Facebook:

comments