VATICANO, 16 Out. 07 / 12:00 am (ACI).- Fontes vaticanos informaram à ACI Digital que o Papa Bento XVI anunciaria amanhã quarta-feira, durante a habitual Audiência Geral, a celebração de um consistório para criar novos cardeais em novembro.

Em agosto passado, o jornal italiano Il Messaggero antecipou que o Pontífice anunciaria o segundo consistório de criações cardinalícias em 24 de outubro.

Il Messaggero assinalou que o Pontífice tem previsto nomear pelo menos a 17 novos cardeais menores de 80 anos, os que faltam para completar o total de 120 eleitores.

Este mês, fazem 80 anos o Ex-secretário de Estado e Decano do Colégio Cardinalício, Cardeal Angelo Sodano e o americano Edmund Casimir Szoka.

Entre os possíveis candidatos a receber o capelo cardinalício, segundo o jornal italiano, figuram arcebispos previsíveis pelo cargo que ostentam, entre eles os Arcebispos de São Paulo, Dom Odilo Scherer; Paris, Dom André Vingt-Trois; Washington DC, Dom Donald William Wuerl; Varsóvia, Dom Kazimierz Nycz; e de Gênova -atual Presidente da Conferência Episcopal Italiana- Dom Angelo Bagnasco.

No Vaticano corresponderia por tradição o capelo cardinalício ao Arcebispo Leonardo Sandri, atual Prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, ao Arcipreste da Basílica de São Pedro, Dom Angelo Comastri; ao Governador do Estado do Vaticano Dom Giovanni Lajolo, e ao responsável pela Biblioteca Vaticano, Dom Raffaele Farina.

Também corresponderia o capelo por tradição a outro americano, o Arcebispo John Patrick Foley, atual Grão Mestre da Ordem Eqüestre do Santo Sepulcro de Jerusalém.

Segundo Il Messaggero, também estariam na lista de cardeais do Santo Padre o Arcebispo polonês Stanislaw Rylko, Presidente do Pontifício Conselho para os Laicos, e o Arcebispo alemão Paul Joseph Cordes, Presidente do Pontifício Conselho Cor Unum.

Veja tambem  Arcebispo é alvo de ativistas gays bilionários



Comentários no Facebook:

comments