Naqueles dias, Jacob
Naqueles dias, Jacob levantou-se de noite, tomou consigo as duas esposas, as duas servas e os onze filhos e atravessou o vau do Jaboc.
Ajudou-os a passar a torrente com tudo o que possuía
e ficou para trás sozinho. Então um homem lutou com ele até ao romper da aurora
e, ao ver que não podia dominá-lo, atingiu-lhe a articulação da coxa, de modo que o tendão da coxa de Jacob se deslocou, enquanto lutava com ele.
O homem disse-lhe: «Deixa-me ir, que já raiou a aurora». Mas Jacob respondeu-lhe: «Não te deixarei, enquanto não me abençoares».
O homem perguntou-lhe: «Qual é o teu nome?». Ele respondeu: «Jacob».
Então o homem disse-lhe: «Já não te chamarás Jacob, mas Israel, porque lutaste com Deus e com os homens e saíste vencedor».
Pediu-lhe então Jacob: «Rogo-te que me reveles o teu nome». Mas ele respondeu: «Porque queres saber o meu nome?». E abençoou-o.
Jacob deu àquele lugar o nome de Penuel, «porque __ disse ele __ vi a Deus face a face e a minha vida foi salva».
Já nascia o sol, quando Jacob atravessou Penuel; e manquejava de uma coxa.




Comentários no Facebook:

comments