«Vinde ver o lugar onde repousava o Senhor» (Mt 28,6). […] Vinde ver o lugar onde foi redigida a acta que garante a vossa ressurreição. Vinde ver o lugar onde a morte foi sepultada. Vinde ver o lugar onde um corpo, um grão que não foi semeado pelo homem, produziu uma multidão de espigas para a imortalidade. […] «Não temais. Ide avisar os meus irmãos que devem ir para a Galileia. Lá Me verão».

Eis o que o Senhor disse às mulheres. Ainda agora, à beira da piscina baptismal, Ele permanece invisível junto dos crentes, mas abraça os recém-baptizados como amigos e irmãos. […] Ele enche os seus corações e as suas almas de júbilo e de alegria. Lava as suas manchas nas fontes da graça. Unge com o perfume do Espírito os que foram regenerados. O Senhor torna-Se Aquele que os alimenta e torna-Se o seu alimento, dando aos seus servos a sua porção de alimento espiritual. Ele diz a todos os fiéis: «Tomai e comei o pão do céu, recebei a fonte que jorra do meu lado, de onde a água nunca seca. Vós que tendes fome, saciai-vos; vós que tendes sede, inebriai-vos com um vinho sóbrio e salutar.»         




Comentários no Facebook:

comments