Escutar Cristo e adorá-Lo leva a fazer opções corajosas, a tomar decisões por vezes heróicas. Jesus é exigente porque deseja a nossa felicidade autêntica; e chama alguns a deixarem tudo para O seguirem na vida sacerdotal ou consagrada. Quem sente este convite não tenha receio de Lhe responder «sim», e ponha-se generosamente no seu seguimento. Mas, além das vocações de especial consagração, existe também a vocação própria de cada baptizado: também ela é uma vocação àquela «medida alta» da vida cristã ordinária que se expressa na santidade (cf Novo millennio ineunte, 31). […] São tantos os nossos contemporâneos que ainda não conhecem o amor de Deus, ou procuram encher o seu coração com sucedâneos insignificantes. É urgente, por conseguinte, sermos testemunhas do amor contemplado em Cristo. […] A Igreja precisa de testemunhas autênticas para a nova evangelização: homens e mulheres cuja vida seja transformada pelo encontro com Jesus; homens e mulheres capazes de comunicar esta experiência aos outros. A Igreja precisa de santos. Todos somos chamados à santidade, e só os santos podem renovar a humanidade.




Comentários no Facebook:

comments