O Anjo levou-me até à porta do templo que está voltada para o oriente.
A glória do Deus de Israel vinha do lado do oriente, com o rumor semelhante ao marulhar das águas caudalosas e a terra resplandecia com a sua glória.
A visão que eu contemplava era semelhante à visão que eu tive quando ele veio para destruir a cidade e à que me tinha aparecido nas margens do rio Quebar. Então prostrei-me com o rosto em terra.
A glória do Senhor entrou no templo pela porta que está voltada para o oriente.
O espírito levantou-me e introduziu-me no átrio interior: a glória do Senhor enchia o templo.
Então ouvi Alguém que me falava do interior do templo, enquanto o homem estava de pé junto de mim.
E disse-me: “Filho de homem, aqui é o lugar do meu trono, o lugar onde coloco a planta dos meus pés, a minha residência definitiva entre os filhos de Israel, para sempre. A casa de Israel e os seus reis não profanarão mais o meu santo nome com as suas prostituições e com os cadáveres dos seus reis,




Comentários no Facebook:

comments