O caminho do justo é reto, Vós aplanais o caminho do justo.
Pela vereda dos vossos juízos, em Vós esperamos, Senhor: o vosso nome e a vossa lembrança são o desejo da nossa alma.
Por Vós suspira a minha alma durante a noite e o meu espírito Vos procura desde a aurora; pois, quando as vossas leis se manifestam ao mundo, os habitantes da terra aprendem a justiça.
Vós nos dareis a paz, Senhor, porque sois Vós que realizais tudo o que fazemos.
Senhor, na angústia a Vós recorremos; quando nos castigáveis, nós Vos invocámos.
Como a mulher que está para ser mãe se contorce e grita com dores, assim estávamos diante de Vós, Senhor.
Concebemos e sentimos as dores de parto, mas foi vento que demos à luz. Não trouxemos a salvação à terra, nem nasceram habitantes para o mundo.
– Os teus mortos voltarão à vida, os seus cadáveres ressuscitarão. Despertai e cantai de alegria, vós que habitais no pó da terra. Porque o vosso orvalho, Senhor, é orvalho de luz e a terra dará vida aos que dormem nas sombras da morte.




Comentários no Facebook:

comments