Todo o sacerdote da antiga aliança se apresenta cada dia para exercer o seu ministério e oferecer muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca poderão perdoar os pecados.
Cristo, ao contrário, tendo oferecido pelos pecados um único sacrifício, sentou-Se para sempre à direita de Deus,
esperando desde então que os seus inimigos sejam postos como escabelo dos seus pés.
Porque, com uma única oblação, tornou perfeitos para sempre os que Ele santifica.
O Espírito Santo também no-lo confirma, porque, depois de ter declarado:
Esta é a aliança que estabelecerei com eles, depois daqueles dias, o Senhor acrescenta: “Hei-de imprimir as minhas leis no seu coração e gravá-las no seu espírito
e não Me recordarei mais dos seus pecados e iniquidades”.
Ora, onde há remissão dos pecados, já não há necessidade de oblação pelo pecado.




Comentários no Facebook:

comments