Há duas vias para o ensino e para a acção: a da luz e a das trevas. A distância entre estas duas vias é grande. […] A via das trevas é tortuosa e semeada de maldições. É o caminho da morte e do castigo eterno e nele se encontra tudo quanto pode arruinar uma vida: idolatria, arrogância, orgulho do poder, hipocrisia, duplicidade de coração, adultério, assassínio, roubo, vaidade, desobediência, fraude, malícia […], cupidez, desprezo de Deus. Por aí vão os que perseguem as pessoas de bem, os inimigos da verdade […], os que são indiferentes à viúva e ao órfão […], os que não dão atenção ao indigente e esmagam o oprimido. […]

Por isso, é justo instruir-se acerca das vontades do Senhor e caminhar de acordo com delas. O que assim agir será glorificado no Reino de Deus. Mas todo aquele que escolher o outro caminho morrerá com as suas obras. É por isso que há uma ressurreição e uma retribuição. A vós, portanto, dirijo um pedido: se estais rodeados de pessoas a quem fazer o bem, não deixeis de o fazer.      




Comentários no Facebook:

comments