VATICANO, 08 Dez. 05 (ACI) .- Em sua edição especial pelo 40º aniversário de conclusão do Concílio Vaticano II, o diário oficial do Vaticano, L’Osservatore Romano, recordou que segundo o Concílio a Igreja de Cristo será sempre a Igreja Católica.

No estudo realizado pelo Padre Karl Josef Becker, o jornal vaticano esclarece as últimas interpretações surgidas depois do último Sínodo dos Bispos, que tentam desconhecer a função central de Cristo na fundação da Igreja.

“Quem defende com o Concílio Vaticano II a perpétua permanência de todos os elementos salvíficos instituídos por Cristo na Igreja Católica, está totalmente disposto a tomar em consideração os problemas abertos pelo Concílio Vaticano II”, indica o artigo.

E acrescenta que nas demais comunidades cristãs existem elementos eclesiásticos de verdade e de santificação que são próprios da Igreja e empurram para a unidade com ela.

O estudo está apoiado no decreto conciliar sobre ecumenismo, Unitatis Redintegratio e

a constituição dogmática Lumen Gentium, que afirma que “a única Igreja é a governada pelo sucessor de Pedro e pelos bispos em comunhão com ele”.

Segundo fontes do jornal vaticano, o artigo do Pe. Becker poderia ser publicado em breve nos vários idiomas em que se edita o semanário.




Comentários no Facebook:

comments

Veja tambem  Grupos de Luteranos pedem ao Papa um novo ordinariato para unirem-se à Igreja Católica