VATICANO, 07 Ago. 13 / 11:41 am (ACI/EWTN Noticias).- “Como todos os anos, depois de ter percorrido a fila, falo com vocês. Desta vez, estou um pouquinho distante e não posso partilhar com vocês este momento tão bonito. Neste momento vocês estão caminhando rumo à imagem de São Caetano”, destacou o Papa Francisco em sua videomensagem aos milhares de devotos que fazem fila para entrar no santuário do bairro de Liniers, em Buenos Aires, dedicado ao chamado Santo da Providência ao celebrar-se hoje, 7 de agosto sua festa, uma ocasião muito querida pelo Pontífice.

“O lema escolhido por vocês fala de outro encontro, diz: ‘Com Jesus e São Caetano, vamos ao encontro dos mais necessitados!’”, sublinhou na videomensagem transmitida pelo Canal 21, do Arcebispado de Buenos Aires, através de um telão instalado em frente ao templo.

Francisco destacou que o lema desta festa religiosa “fala do encontro com as pessoas que têm mais necessidade, daqueles que têm necessidade que nós demos uma mão a eles, que os olhemos com amor, que partilhemos a sua dor e as suas ansiedades, os seus problemas”.

“A coisa importante não é olhá-los de longe ou ajudá-los de longe. Não, não! É ir ao encontro deles. Isto é cristão! Isto é aquilo que Jesus ensina: ir ao encontro dos mais necessitados. Como Jesus que ia sempre ao encontro do povo. Ele ia para encontrá-lo”, recordou.

Depois de assinalar que ao dar esmola temos que olhar nos olhos e tocar a mão de quem a recebe, porque se não, não houve encontro com essa pessoa, considerou que “precisamos saber nos encontrar, precisamos edificar, criar, construir uma cultura do encontro”.

Veja tambem  Santa Sé revive emoção do anúncio de seis novos santos

“Há tanto desencontro. Problemas na família, sempre; problemas no bairro; problemas no trabalho; problemas em todo lugar. E os desencontros não ajudam. A cultura do encontro. Sair para encontrar-nos”.

O Papa sustentou que o lema da festa de São Caetano deste ano “diz ‘encontrar-nos com os mais necessitados’, quer dizer com aqueles mais necessitados que eu; com aqueles que estão passando por um momento difícil, pior que aquele que eu estou passando. Tem sempre alguém passando por algo pior, né?”.

“Então, eu penso: ‘Estou passando por um momento difícil, estou na fila para encontrar-me com São Caetano e com Jesus e depois vou encontrar os outros, porque tem sempre alguém que passa por algo pior que eu’. Com estas pessoas, é com estas pessoas que nós devemos nos encontrar”, adicionou.

O Pontífice pediu aos peregrinos “que vocês se encontrem! Que procurem e encontrem os mais necessitados! Porém não sozinhos, não. Com Jesus e com São Caetano!”.

“Vou convencer outro a que seja católico?”, interpelou antes de responder: “Não, não, não! Vai encontrá-lo, é teu irmão! E isto basta. E você vai e o ajuda, o resto faz Jesus, faz o Espírito Santo”.

Francisco expressou seu desejo de que “Jesus vá indicando-nos o caminho para encontrar com quem tem mais necessidade. O teu coração, quando encontra quem tem mais necessidade, começará a crescer, crescer, crescer! Porque o encontro multiplica a capacidade de amar. O encontro com o outro engrandece o coração. Coragem!”.

“Que Deus vos abençoe e que concluam bem o dia de São Caetano. E por favor, não se esqueçam de rezar por mim. Obrigado”, concluiu.




Comentários no Facebook:

comments