Bento XVI presidirá em maio cerimônia que fará do frade o primeiro santo brasileiro

APARECIDA, quarta-feira, 7 de março de 2007 (ZENIT.org).- Os fiéis de Guaratinguetá, cidade natal de Frei Galvão, começam no próximo sábado, dia 10 de março, a novena preparatória à canonização do frade, na primeira igreja dedicada ao santo, que fica na comunidade São José na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Guaratinguetá (São Paulo).

Na abertura da novena, às 14h30, estarão presentes as duas famílias que receberam os milagres aprovados pelo Vaticano e que renderam a Frei Galvão a beatificação e a canonização, segundo informa o departamento de imprensa do Santuário de Aparecida.

A menina Daniella foi salva de uma hepatite tipo A aguda seguida de uma série de complicações como parada cardiorrespiratória e infecções hospitalares. O milagre aconteceu em 1990 quando a menina tinha apenas 4 anos. Este milagre foi aprovado e transformou Frei Galvão no primeiro beato brasileiro.

Sandra de Almeida e seu filho Enzo foram os sujeitos do milagre aprovado para a canonização no último mês de dezembro.

Sandra, hoje com 37 anos, sonhava em ser mãe, mas uma má-formação do útero havia feito que duas gestações anteriores terminassem em abortos espontâneos. Após tomar pílulas de Frei Galvão e pedir a intercessão do frade, sua terceira gravidez decorreu normalmente, e ela deu à luz Enzo, hoje com 7 anos.

As duas famílias ainda não se conhecem e irão se encontrar pela primeira vez no sábado. Às 16h, Daniella, Sandra e seus familiares receberão a imprensa, juntamente com o Pároco, Padre Reginaldo da Trindade.

A Igreja de Frei Galvão fica na Avenida José Pereira Cruz, 53 – Jardim do Vale I, em Guaratinguetá.

Veja tambem  Quando o Milagre é Falso e a Conversão é Falsa



Comentários no Facebook:

comments