Encontro de oração pelo Oriente Médio reúne principais líderes cristãos no vaticano

VATICANO, 29 Out. 13 / 09:34 am (ACI/EWTN Noticias).- O Cardeal Leonardo Sandri, prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, na abertura do ano acadêmico 2013-2014 do Pontifício Instituto Oriental, anunciou que o Papa Francisco convidou os patriarcas e os arcebispos-mores das Igrejas Orientais para o próximo dia 21 de novembro no Vaticano “elevar uma prece conjunta pelos cristãos dos países martirizados da Síria, Iraque e Oriente Médio”.

O Cardeal Sandri, cujas palavras reproduz o jornal do Vaticano, L’Osservatore Romano, explicou que o encontro será “uma ocasião para refletir sobre as possibilidades reais de paz na Síria, Terra Santa e Oriente Médio, e para elevar uma prece conjunta pelos cristãos desses países martirizados”.

Uma reunião análoga a esta foi promovida em 2009 pelo bispo emérito de Roma Bento XVI, tal e como recordam no artigo publicado pelo LOR.

O Cardeal recordou que no último dia 4 de fevereiro, na Basílica de São Pedro, depois do encontro com Bento XVI, “realizaram uma oração conjunta com o propósito de reavivar assim a comunhão com a Igreja de Roma no intercâmbio das Sagradas Espécies Eucarísticas”.

Por isso, o Cardeal Sandri agradeceu a Bento XVI pela amizade paterna e pelas considerações tão profundas que sempre reservou ao oriente cristão e em particular às Igrejas Católicas Orientais.

Do mesmo modo recordou que o Papa Francisco também quis que os chefes e padres das Igrejas Orientais o acompanhassem no dia 19 de março ao iniciar seu serviço petrino.

No encontro de 21 de novembro com o Papa falarão sobre a situação dos cristãos orientais. “Síria e Iraque, Egito e Terra Santa, e as outras áreas da mãe pátria como da diáspora oriental estarão no pensamento de toda a Igreja”, explicou o Cardeal Sandri. Indicou também que esta iniciativa se situa no contexto da Plenária do dicastério.

Plenária da Congregação para as Igrejas orientais

A próxima Sessão Plenária será realizada de 19 a 22 de novembro no Palácio Apostólico do Vaticano e reunirá os patriarcas e os arcebispos-mores, também os cardeais membros da Congregação, e o primeiro ponto da sessão de trabalho da atividade do dicastério estará dedicado à Liturgia.

Outro tema que será abordado durante a Plenária será a formação, entendendo-a dirigida a todos os componentes do Povo de Deus, e por isso cada vez mais aos leigos.

O tema geral da Plenária será “As Igrejas Orientais Católicas a 50 anos do Concílio Ecumênico Vaticano II”.

O encontro estará centrado em 5 temas: “As novidades do Concílio Ecumênico Vaticano II sobre o Oriente Católico”, “o desenvolvimento das ideias conciliares no magistério, em particular a Orientale Lumen, e na normativa sucessiva, à luz dos Sínodos para o Oriente Médio e para a Nova Evangelização”, “a crescente sensibilidade na Igreja universal a favor dos católicos orientais e recíproca interação na missão eclesiástica”, “relações entre hierarquia oriental e latina no serviço pastoral”, e “os orientais em diáspora”.




Comentários no Facebook:

comments