Centenas de milhares de costa-riquenhos marcharam a favor da vida humana e contra o aborto

SAN JOSÉ, 19 Nov. 13 / 09:22 am (ACI/EWTN Noticias).- As autoridades da Costa Rica estimam que pelo menos 300 mil pessoas participaram no dia 17 de novembro na Marcha pela Vida, com a qual os defensores do direito à vida atenderam o pedido de Aborto Zero das organizações Direito a Viver e HazteOír na Espanha.

A convocatória foi realizada pelos Bispos do país que, ademais, ofereceram o dom da Indulgência Plenária para aqueles que participassem na manifestação a favor da vida e contra o aborto.

Em declarações ao Grupo ACI, o Presidente da Associação Pela Vida na Costa Rica, Luis Fernando Calvo, assegurou que “graças à Caminhada pela Vida e pela Família, convocada pelo plenário dos Bispos da Conferência Episcopal da Costa Rica, vemos que a Costa Rica continua sendo uma nação amante da vida, de traços e identidade católica, com uma marca pró-vida, preocupada com a proteção dos inocentes e pelo futuro da família”.

“Mais de 300 mil pessoas estivemos presentes, segundo dados oficiais, atendendo o chamado dos Senhores Bispos para celebrar o dom da vida, o Evangelho da Vida”, assegurou.

Durante a celebração da caminhada pela vida, indicou Calvo, “não houve gritos nem ordens difamatórias, desrespeito ou discriminação por parte dos participantes”.

“Houve acima de tudo respeito, alegria e celebração”, disse, assinalando que “famílias, movimentos e grupos eclesiais, paróquias, clérigos, religiosas, cristãos de outras denominações, enchemos a principal avenida do país, de extremo a extremo, para dizer que queremos que na Costa Rica a sociedade do futuro se construa a partir do respeito ao direito à vida de todo ser humano, e à família natural, fundada pelo homem e pela mulher, abertos ao dom da VIDA, ao dom de Deus”.

Luis Fernando Calvo indicou que “como representante de uma associação da sociedade civil de cara às próximas eleições presidenciais, em fevereiro de 2014, vejo com particular importância o fato da caminhada não ter sido utilizada pelos candidatos presidenciais para promover sua imagem ou propostas”.

Mas, além disso, destaco que com esta marcha “se enviou uma mensagem muito clara, de que queremos que na Costa Rica se governe a favor da vida e da família natural”.

O Presidente da Associação Pela Vida pediu também, “junto com os senhores Bispos, que os candidatos presidenciais opinem abertamente sobre temas como o aborto, fertilização in-vitro, uniões entre pessoas do mesmo sexo, liberdade religiosa, entre outros”.




Comentários no Facebook:

comments