O Santo Padre dirigiu-se hoje, IV Domingo do Advento à janela do seu estúdio no Palácio Apostólico do Vaticano para recitar o Ângelus com os fiéis e peregrinos que se encontravam na Praça de São Pedro.

Estas foram às palavras do Papa na introdução da oração mariana:

Queridos irmãos e irmãs

A celebração do Santo Natal é agora iminente.
A atual vigília nos prepara para viver intensamente o mistério que esta noite a liturgia nos convidará a contemplar com os olhos da fé. No divino nascituro que depositaremos no Presépio, torna-se manifesta a nossa salvação.

No Deus que se faz homem por nós, nós nos sentimos totalmente amados e acolhidos, nos descobrimos seres únicos e preciosos aos olhos do Criador. O Natal de Cristo nos ajuda a tomar consciência do valor da vida humana, a vida de cada ser humano, desde o primeiro instante à sua naturalidade sob o solo. À qual abre o coração a esta “criança envolta em panos e deitada numa “mangedora”“. (cfr. Lc 2, 12), ela oferece a possibilidade de olhar com olhos novos as realidades de cada dia. Poderá saborear a força do encanto interior do amor de Deus, que tem êxito a transformar em alegria mesmo a dor.

Preparemo-nos, queridos amigos, para encontrar Jesus, o Emanuel, Deus conosco. Nascendo na pobreza de Belém, ele se faz companheiro de viagem de cada um. Neste mundo, Ele mesmo quis fazer pobre a sua casa, ninguém é estrangeiro. É verdade, estamos todos de passagem, mas verdadeiramente é Jesus que nos faz sentir-se em casa nesta terra santificada da sua presença. Ele interpela-nos a ter uma casa acolhedora para todos.

O dom surpreendente do Natal é realmente este: Jesus veio para cada um de nós e nele nos tornamos irmãos. O compromisso correspondente é de ultrapassar sempre mais os preconceitos e os prejulgamentos, derrubar as barreiras e eliminar os contrastes que dividem, ou pior, contrapondo os indivíduos e os povos, para juntos construirmos um mundo de justiça e de paz.

Veja tambem  Cardeal Biffi apresenta anticristo ao Papa e à Cúria

Com estes sentimentos, caros irmãos e irmãs, vivam as últimas horas que nos separam do Natal, e nos preparemos espiritualmente para acolher o Menino Jesus. No coração da noite ele virá para nós.

É mesmo seu desejo vir a nós, habitar como se diz no coração de cada um de nós. Para que possa acontecer, é indispensável que nós estejamos disponíveis e nos preparemos para recebê-lo, prontos a dar-lhe espaço dentro de nós, nas nossas famílias, nas nossas cidades. Que o seu nascimento não fique apenas pelo festejar o Natal, esquecendo que o centro da festa é verdadeiramente Ele! Maria ajuda-nos a manter a recordação interior indispensável para provar a alegria profunda que traz o nascimento do Redentor.

Para ela agora se volta nossa oração, pensando particularmente nos que se preparam para passar o Natal na tristeza e na solidão, na doença e no sofrimento: a todos a Virgem garanta conforto e consolação.

O Papa saúda os peregrinos:

De Língua francesa:
Saúdo cordialmente os peregrinos francófonos presentes esta manhã na oração do Ângelus. Nestas horas que nos separam no nascimento de Jesus, possam preparar vossos corações para acolher com alegria o Cristo Salvador, que se faz pobre, pequena criança, para nos enriquecer com a sua pobreza. Com a minha Benção Apostólica.

Aos peregrinos de Língua Inglesa:
Fico feliz por saudar os peregrinos de língua inglesa e os visitantes presentes para o Ângelus. Hoje é o IV Domingo do Advento e também, este Ano, Véspera de Natal. A Liturgia da celebração de hoje convida todos os crentes a receber com alegria o Messias que vem a nós pela Virgem Maria. Desejo a todos uma ótima estadia em Roma, e um abençoado Natal marcado pela paz de Cristo Nosso Senhor e Salvador.

Veja tambem  Papa Francisco: só belas pregações não bastam

Aos peregrinos de Língua Alemã:
Dirijo neste IV Domingo do Advento uma saudação cordial a todos os peregrinos de língua alemã. Nesta espera feliz olhamos já sobre a celebração em breve do Natal. Com Maria, queremos nos preparar para o nascimento do Nosso Senhor Jesus Cristo. Abrimos o nosso coração para Deus vir, para que traga ao mundo inteiro a sua luz e a sua paz. Desejo um Santo Natal a vocês e às vossas famílias.

Aos peregrinos de Língua Espanhola:
Saúdo cordialmente os fiéis de língua espanhola aqui presentes e a quantos participam nesta oração do Ângelus através da rádio e da televisão. Alegremo-nos por esta festa da Natividade que estamos quase a celebrar! Amanhã contemplaremos a glória do Senhor! Feliz Domingo!

Aos peregrinos de língua polaca:
Saúdo todos os polacos. Está próxima a celebração do nascimento do Senhor. Desejo uma boa, tranqüila e gloriosa festa. O Filho de Deus, que desceu à terra, abençoa a todos abundantemente.

Fonte: www.cancaonova.com




Comentários no Facebook:

comments