CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 11 de dezembro de 2006 (ZENIT.org).- As quatro basílicas patriarcais de Roma se chamarão a partir de agora basílicas «papais», segundo anunciou nesta segunda-feira o cardeal Andrea Cordero Lanza di Montezemolo, arcipreste da Basílica de São Paulo Fora dos Muros.

Em uma coletiva de imprensa concedida para anunciar a redescoberta do suposto sarcófago de São Paulo apóstolo, o purpurado declarou que «muitos interpretavam que o título de “patriarcal” queria aludir ao fato de que o Papa exercia, mediante estas, seu título de patriarca do Ocidente, em contraste com o Patriarca do Oriente, algo que não é verdade».

Bento XVI decidiu renunciar, por motivos históricos e ecumênicos, ao título de «patriarca do Ocidente», que entre outras coisas aparecia no Anuário Pontifício da Santa Sé.

As até agora basílicas «patriarcais» de Roma, que agora serão «papais», são: São Pedro do Vaticano, São João de Latrão, São Paulo Fora dos Muros e Santa Maria Maior.

«As quatro basílicas haviam sido entregues no passado pelos Papas como base em Roma para os patriarcas orientais católicos, não como título oficial», declarou o cardeal, antigo núncio apostólico na Itália e delegado apostólico em Jerusalém.

«Portanto, o Papa decidiu que a partir de agora as quatro basílicas maiores se chamarão basílicas “papais”», concluiu.




Comentários no Facebook:

comments

Veja tambem  Santa Sé confirma iminente publicação do Motu Próprio sobre o Missal Tridentino