40 – Parresía: “Rock in Rio e o orgulho dos porcos”

Fonte: Christo Nihil Praeponere

A miséria do neo-paganismo e a cultura da morte triunfante no Rock in Rio é o tema do Parresía desta semana.




Comentários no Facebook:

comments

Veja tambem  Não tenho tempo!

Anteriores

Igrejas cristãs exigem que não seja aprovado o aborto nem o “matrimônio gay” no Chile

Próximo

Solenidade de Nossa Senhora de Aparecida

11 Comentários

  1. jgualbertus

    Muito bom, Pe Paulo Ricardo está de parabéns por mostrar como nossas vidas são destruídas por esta cultura de morte, agradeço a Deus por suas palavras que me fizerem enxergar coisas essênciais em minhas vida. Deus o abençoe!

  2. Padre Paulo. Fico feliz por seus heroicos comentários. Poucos tem a coragem de fazê-los.

  3. giuliana

    Padre Paulo, Como é dificil fazer os jovens entederem o que é certo e errado, como falar de Deus e das coisas boas da Igreja, sem ser tachado como chato.

    Agradeço a Deus por existir pessoas como o Senhor no mundo.

  4. Karla Cristina

    Estive na JMJ em Madri e sou testemunha: haviam 2 milhões de jovens dentro do Aeródromo de Cuatro Vientos e uns 500 mil do lado de fora, que não conseguiram entrar, durante a Missa dominical com o Santo Padre.
    É realmente inaceitável que os 200 jovens que protestaram contra o Papa tenham tido mais cobertura da mídia que os 2 milhões e 500 mil (que estavam no Aeródromo; do meu grupo, por exemplo, só umas 12 ou 13 pessoas de 100 foram para a Vigília e para a Missa pois sabiam que seria muito difícil entrar; imaginem então dos demais grupos)…
    Se o Papa realmente "já era", como, me expliquem por favor, COMO um "senhorzinho" de 84 anos (que, inclusive, tomou tanta chuva quanto qualquer outro jovem que estava lá) consegue reunir em nome do Senhor Jesus uma multidão tão grande?!
    Não se ouvia um som sequer durante a Adoração ao Santíssimo Sacramento! 2 milhões de pessoas no mais profundo silêncio, adorando a Cristo, enquanto 700 mil pessoas gritavam, clamavam pela morte no Rock in Rio. Triste dicotomia…
    Não consigo, definitivamente, acreditar que pessoas levaram suas famílias inteiras, seus filhos para um evento como o Rock in Rio! A música está se tornando uma grande inimiga da Igreja doméstica.
    Observo com um triste sentimento de incapacidade tantos jovens, tantos amigos descendo pelo abismo do anti-teísmo… (A universidade, principalmente pública, é outra inimiga declarada da Igreja doméstica. Só para citar um exemplo: quem se lembra do "corredor da morte" no subsolo do Instituto Central de Ciências/ICC, vulgo Minhocão, na Universidade de Brasília? Visitei o corredor e, acreditem ou não, uma aura extremamente maligna emanava daquele lugar. Isso sem falar do centro acadêmico da UnB que já foi fechado por conta de alunos que sacrificavam animais (!) à noite, sabe-se lá para qual deus/divindade/demônio. Que tipo de jovem, que tipo de "cidadão" ou o que seja nossas universidades estão formando?!)
    Pior que fingir que Deus não existe é fazer abertamente coisas que desagradam a Ele e não se importar com isso. Só nos resta rezar por esses jovens e clamar a misericórdia de Deus para a ignorância de suas mentes e a cegueira de seus corações.
    Obrigada, Pe. Paulo, por mais esta maravilhosa elocução e por abrir os olhos dos jovens aos males do anti-teísmo.
    Que Deus o abençoe em seu ministério!!
    A sua bênção.
    Att, Karla Cristina. (Taguatinga-DF)

  5. Karla Cristina

    Claro, como pude me esquecer de uma das frases mais sábias que já ouvi na vida?! "É melhor subir quadrado que descer redondo."
    Giuliana, ser tachado como chato (e variações, por vezes até piores) é o que menos importa. Se até Cristo foi perseguido, que será de nós, seus servos inúteis?! Só nos resta fazer o que devemos fazer, chatos ou não.

  6. IRMÃ LUCIA HE

    "EXiste noite que a a a alma perdura na dor" e dias QUE surge a plenitudo de Deus. tenho a confiaça no bom Deus que seu amor em presença, nas capacidades que o ser humano tem em se engrandecer peloo carisma de arrastar mutidão faça com que abrande os corações.
    o meu desejo fundante é que as pessoas que com o seu carima arrasta muitidão para preenher o ego faça com que o amor supremeso seja reconhecido em sua vida.
    16/11/2011
    ILHAS-RELIGIOSA

  7. IRMÃ LUCIA HE

    AO LEITOR

    GRAÇAS E PAZ

    O TEMPO É DE DEUS E DEUS É O TEMPO!

    CONFIANÇA NOAMOR SUPREMO.

    ILHAS

  8. Alan Robert Guiraldi

    Padre Paulo fale sobre a felicidade nesta vida ou na vida eterna, uma vez eu estava assistindo XENA e Ela falou a vida é uma piada depois Ares falou eu concordo, daí eu pensei não sei se por inspiração divina mas pensei : A Vida não é uma piada, tem a felicidade. No fim eu nem sei o fim da história(Xena) mas é mais ou menos assim. Falando isso queria perguntar O que é isso Mitologia Grega? Seria uma coisa demoníaca?
    Uma vez perguntei a alguém A Relegião é lugar de Felicidade ou Agonia (minha alusão ao sofrimento de todo tipo até o salvifíco) e ele me respondeu religião é lugar da verdade. Agora eu pergunto ele respondeu bem? Religião é lugar de Felicidade ou de Agonia? Faço essa pergunta porque é difícil aceitar a cruz quando li o seguinte: e segui-lo até a morte. E morte não dessas que se tem dormindo como alguns têm. Aproveito pra fazer outra pergunta, se eu pedir pra Deus ter uma vida feliz positivamente e negativamente completa e uma morte feliz ele talvez me conceda dependendo da sua vontade, ou isso ele(Deus) nunca atenderia? Pergunto mas acredito mais na bondade de Deus. Ou como disse o Protagonista de A cruzada(filme):"Se não ele não é Deus".

  9. Todos os Cristãos deveriam ter essa coragem de falar sobre a nossa missão que é abrir os olhos do povo com a verdade sobre essa cultura da morte que esta sendo imposta a toda a população por quase todos os meios de comunicação, não somente através da musica que aliena e deprava (rock, Fanck, etc.) como tambem pelas novelas, filmes, desenhos, reportagens onde o foco é a escola ao bandidismo bem como querem impor que as deformações da sociedade tenham mais direitos que a maioria esmagadora da população e que essa maioria não tenha direito de expressar sua opinião. Como tambem o governo Laico que se diz pelo povo mas esta a serviço de uma minoria da população.

  10. Valdir Viana Nunes

    Padre, que maravilha seu comentário, muito profundo. Necessitamos muito de sua sabedoria, seu ministério abençoado. Deus o abençoe sempre, um abraço fraterno,

    Valdir Viana Nunes

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén