1. Súplica. De Moisés, homem de Deus. Senhor, Tu foste o nosso refúgio de geração em geração.

2. Antes que os montes nascessem e a terra e o mundo fossem gerados, desde sempre e para sempre Tu és Deus.

3. Tu reduzes o homem ao pó, dizendo: «Voltai, filhos de Adão!»

4. Mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem, que passou, uma vigília dentro da noite.

5. Tu os mergulhas no sono, como erva que se renova:

6. de manhã ela germina e brota, de tarde cortam-na, e seca.

7. Sim, a tua ira consumiu-nos, e o teu furor transtornou-nos.

8. Colocaste as nossas faltas à tua frente, os nossos segredos sob a luz da tua face.

9. Os nossos dias passaram sob a tua cólera, e como um suspiro os nossos anos se acabaram.

10. Setenta anos é o tempo da nossa vida, oitenta anos, se ela for vigorosa. E a maior parte deles é fadiga inútil, pois passam depressa, e nós voamos.

11. Quem conhece a força da tua ira, e quem sentiu o peso do teu furor?

12. Ensina-nos a contar os nossos anos, para que tenhamos coração sensato!

13. Volta-Te, Javé! Até quando? Tem compaixão dos teus servos!

14. Sacia-nos com o teu amor pela manhã, e a nossa vida será júbilo e alegria.

15. Alegra-nos, pelos dias em que nos castigaste, pelos anos em que sofremos desgraças.

16. Que os teus servos vejam a tua obra, e seus filhos o teu esplendor.

17. Que a bondade do Senhor venha sobre nós e confirme a obra das nossas mãos.






“Todas as pessoas que escolhem a melhor parte (viver em Cristo) devem passar pelas dores de Cristo; algumas mais, algumas menos…” São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.