1. Houve fome no país - além daquela que tinha havido no tempo de Abraão - e Isaac foi para Gerara, onde Abimelec era rei dos filisteus.

2. Javé apareceu a Isaac e disse: «Não desças ao Egipto; fica na terra que Eu te indicar.

3. Fica a morar neste país, e Eu estarei contigo e abençoar-te-ei, pois Eu darei todas estas terras a ti e aos teus descendentes, cumprindo o juramento que fiz a teu pai Abraão.

4. Tornarei a tua descendência tão numerosa como as estrelas do céu, e darei aos teus descendentes todas estas terras. Por meio da tua descendência, serão abençoadas todas as nações da Terra,

5. porque Abraão me obedeceu, observou os meus preceitos e mandamentos, os meus estatutos e leis».

6. Então Isaac ficou em Gerara.

7. Os homens do lugar fizeram perguntas a Isaac sobre Rebeca. Isaac respondeu: «É minha irmã». Ele ficou com medo de dizer que era sua mulher, pois pensava: «Os homens deste lugar poderão matar-me por causa de Rebeca, pois ela é muito bonita».

8. Já havia muito tempo que Isaac se encontrava ali, quando Abimelec, rei dos filisteus, olhou certo dia pela janela e viu Isaac acariciando a esposa Rebeca.

9. Abimelec chamou Isaac e disse: «É claro que ela é tua mulher! Porque disseste que era tua irmã?» Isaac respondeu: «Porque pensei que me iam matar por causa dela».

10. Abimelec continuou: «Porque fizeste isso? Por pouco alguém do povo dormiria com a tua mulher, e tornar-nos-ia a todos culpados!»

11. Então Abimelec deu esta ordem a todo o povo: «Quem tocar neste homem ou na sua mulher, morrerá».

12. Isaac semeou aquela terra e, nesse ano, colheu o cêntuplo. Javé abençoou-o

13. e ele foi ganhando muito, até ficar muito rico.

14. Tinha rebanhos de bois e ovelhas e numerosos servos. Por causa disso, os filisteus ficaram com inveja.

15. Os filisteus haviam entulhado e coberto de terra todos os poços que os servos de Abraão, pai de Isaac, haviam aberto no tempo de Abraão.

16. Abimelec disse a Isaac: «Vai-te embora daqui, porque ficaste mais poderoso do que nós».

17. Isaac foi-se embora dali, acampou no vale de Gerara, e ali se estabeleceu.

18. Abriu de novo os poços que os servos de seu pai Abraão haviam aberto e que os filisteus tinham entulhado depois da morte de Abraão, e deu-lhes os mesmos nomes que seu pai lhes havia dado.

19. Os servos de Isaac fizeram escava-ções no vale e encontraram uma nascente.

20. Mas os pastores de Gerara altercaram com os pastores de Isaac, dizendo: «Esta água é nossa!» Isaac então deu a esse poço o nome de Desafio, pois altercavam por causa dele.

21. Cavaram outro poço, e também altercaram por causa dele. A este, Isaac deu-lhe o nome de Rivalidade.

22. Então partiu dali e abriu ou-tro poço; e, como não houve desavenças por causa deste, deu-lhe o nome de Campo Livre, dizendo: «Agora Javé deu-nos o campo livre para que prosperemos na terra».

23. Dali, Isaac subiu para Bersabeia.

24. Nessa noite, Javé apareceu-lhe e disse-lhe: «Eu sou o Deus do teu pai Abraão. Não tenhas medo, pois estou contigo. Abençoar-te-ei e multiplicarei os teus descendentes, em atenção ao meu servo Abraão».

25. Isaac erigiu ali um altar, invocou o nome de Javé, e armou a sua tenda. E os seus servos começaram a abrir um poço.

26. Abimelec, juntamente com Ocozat, seu conselheiro, e Ficol, chefe do seu exército, foi de Gerara para visitar Isaac.

27. E Isaac disse-lhes: «Que viestes fazer aqui, vós que me odiais e me expulsastes?»

28. Eles responderam: «Vimos que Javé está contigo, e combinámos fazer um juramento e uma aliança entre nós e ti.

29. Jura que não nos farás nenhum mal, assim como nós não te tratámos mal e te deixámos partir em paz. Agora és um abençoado de Javé».

30. Isaac preparou um banquete; comeram e beberam.

31. Levantaram-se de madrugada e fizeram um juramento mútuo. Depois Isaac despediu-os, e eles deixaram-no em paz.

32. Nesse dia, os servos de Isaac leva-ram-lhe notícias do poço que tinham aberto, e disseram: «Encontrámos água».

33. Isaac deu ao poço o nome de Seba, de onde vem o nome Bersabeia, até ao dia de hoje.

34. Quando Esaú completou quarenta anos, tomou como esposas Judite, filha de Beeri, o heteu, e Basemat, filha de Elon, o heteu.

35. Elas foram causa de amargura para Isaac e Rebeca.






“Nunca vá se deitar sem antes examinar a sua consciência sobre o dia que passou. Enderece todos os seus pensamentos a Deus, consagre-lhe todo o seu ser e também todos os seus irmãos. Ofereça à glória de Deus o repouso que você vai iniciar e não esqueça do seu Anjo da Guarda que está sempre com você.” São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.